3 sinais de que você está sendo explorado

3 sinais de que você está sendo explorado

Ser explorado é uma das condições mais degradantes que existem, e infelizmente você pode estar sendo explorado neste momento exato momento, seja por falta de “forças” para se livrar dessa situação ou por ainda não ter percebido a realidade à sua volta.

A princípio pode parecer estranha ideia de não perceber que está sendo explorado por alguém, todavia, na maioria das vezes, a exploração vem de um superior ou de uma pessoa de confiança, o que acaba por impedir que a situação de exploração seja facilmente percebida.

Portanto, estar atento aos sinais de uma possível exploração é algo essencial, e você deve adquirir o hábito de estar sempre preparado para se ver de repente numa situação desse tipo.

Perguntar-se constantemente “eu estou sendo explorado” é algo que deve se tornar rotineiro em sua vida.

Além disso, a exploração pode ocorrer em diversos ambientes, de formas de diferentes, podendo partir de qualquer pessoa, inclusive de quem você convive diariamente, sem nenhum sinal aparente.

Pensando em ajudar você que pode estar passando por essa situação, hoje nos vamos listar os cinco sinais de que você está sendo explorado e o que fazer para se livrar dessa situação.

Mas, primeiramente, vamos entender o que é “exploração”.

O conteúdo deste post também está disponível em formado de vídeo em nosso canal no YouTube.

O que é estar sendo explorado?

Grupo de pessoas sendo exploradas pela chefe.
Grupo de pessoa em típico ambiente de exploração.

Antes de falarmos sobre os sinais que indicam que você possa estar numa situação de exploração, é necessário definir o que é “ser explorado” e em quais contextos você pode se considerar como explorado ou não.

Quanto à definição, os dicionários conceituam o termo “explorado” como sendo a qualidade de alguém que foi alvo de exploração.

Porém as ideias que envolvem esse termo são bem mais amplas e possuem mais significados.

Alguém pode ser considerado explorado quando ele está inserido num contexto em que aquilo que lhe é exigido não é razoável e, ao mesmo tempo, suas próprias reinvindicações não são levadas em conta.

Em suma, alguém está sendo explorado quando todo e qualquer vestígio de empatia e respeito desaparece da situação, tornando-o um mero escravo, alguém que deve fazer coisas sem questioná-las.

A razoabilidade desaparece da situação.

Além disso, vale lembrar que a exploração extrapola a barreira do ambiente profissional – muito embora a maioria das pessoas só visualize tal situação nesse contexto –, e você pode estar sendo explorado neste exato momento: em seu trabalho, em seu relacionamento, em suas amizades, em sua faculdade e até mesmo dentro da sua família.

Sabendo, agora, que ser explorado significa a perda do respeito e da empatia, é preciso saber, também, os sinais que denunciam que a exploração está em curso e você deve se defender.

LEIA A SEGUIR: O que é ser uma pessoa Low Profile e quais suas vantagens

Sinal #1: Você está sempre fazendo favores

Jovem servindo de “muleta emocional”

Um dos sinais mais claros de que você está sendo explorado, e que é hora de acordar para a situação, é o fato de que você está constantemente fazendo favores, seja lá qual for o ambiente em que você esteja.

Fazer favores é uma das formas mais sutis de se estabelecer uma comunicação com o próximo e, por isso, é comum a troca de favores no trabalho, entre amigos e familiares. É saudável.

Por isso, fazer favores, por si só, não é algo ruim ou revela uma situação de exploração. Isso só acontece quando os limites da razoabilidade são ultrapassados.

Se você passa a maior parte do seu dia, por exemplo, fazendo favores para os outros, isso é um indício claro de que alguma coisa não está certa, mas entender seu ambiente também o ajudará a identificar se você está ou não me uma situação de exploração.

Por isso, vamos dividir os sinais por ambiente:

  • No trabalho: acontece principalmente por meio da transferência indevida de responsabilidades para a pessoa explorada. Situação mais corriqueira é a do estagiário ou do novato. Essas pessoas, por estarem na parte de baixo da pirâmide, são as vítimas preferidas de colegas de trabalho desleais que “empurram” para eles obrigações que deveriam ser feitas por ela. Essa transferência pode levar à extenuação e comprometer o trabalho da pessoa que está sendo explorada.
  • Nos relacionamentos, amizade e familiares: a exploração nesse ambiente acontece não só no campo emocional, mas também material. É extremamente comum que amigos, parceiros ou familiares desleais utilizem da fraqueza de dessas pessoas para usarem-na como “muletas emocionais”, isto é, despejam todas as suas mágoas e problemas emocionais na pessoa sem se preocupar em como isso vai afetá-la, mas essas mesmas pessoas raramente estão à disposição quando é você que precisa de um apoio, por exemplo. É nítida, portanto, a ausência de empatia nessa situação. Essa exploração também pode ser no campo material, quando essas pessoas usam da boa vontade da pessoa explorada para levar vantagens financeiras em relação a ela.

Por isso, seja qual for o ambiente, você deve estar atento à possibilidade de exploração, inclusive das pessoas que estão próximas a você: cautela sempre é necessária nesses casos.

Estar disponível para favores é uma posição de assertividade e que demonstra sua capacidade de compreensão e de bondade, mas você jamais deve deixar que qualquer pessoa se aproveite de sua virtude e use disso para explorá-lo.

LEIA A SEGUIR: Como ser criativo: aprenda a estimular sua criatividade da maneira certa

Sinal #2: Você é sempre a pessoa que mais se esforça

Homem fazendo força sozinho representado a pessoa que está sendo explorada.
Ser esforçado abre brechas para ser explorado.

Em situações específicas é que a intenção de explorar emerge e você pode acabar sendo explorado sem perceber. Além disso, muitas vezes, por querermos ser prestativos e assertivos, brechas acabam se abrindo que você seja explorado por alguém desleal.

Por isso, outro sinal claro de que você está sendo explorado pode ser percebido a partir da situação em que você é o único que realmente está fazendo um esforço verdadeiro em prol de alguma coisa.

Esse tipo de situação ocorre com mais frequência em situações em que é preciso trabalhar em grupo. Por isso, você deve redobrar sua atenção em ambientes como faculdade, escolas, etc.

Nesses ambientes, em razão da dinâmica dos exercícios e atividades, muitas vezes você precisará trabalhar com outras pessoas, e é justamente aí que a brecha fica evidente para os desleais.

Por exemplo, se, em um trabalho em grupo da faculdade, você a única pessoa realmente preocupada em fazer algo bom, que se esforça, que presta atenção, que pesquisa e os demais apenas “montam” em você, sem dúvidas você está sendo explorado e precisa acordar.

Nos relacionamentos, a situação também não é incomum e fica evidente nos momentos de “crise”.

Por exemplo, se você é a única pessoa que realmente corre atrás, pede desculpas e procura sempre melhorar para fazer o relacionamento dar certo, mas seu parceiro permanece inerte, ou pior, coloca toda a responsabilidade em suas costas: você provavelmente está sendo explorado em um relacionamento tóxico.

E a consequência nefasta dessa situação é o enorme desgaste emocional que você vai sofrer em razão dos seus esforços solitários em prol da relação, e seu parceiro provavelmente vai ficar ileso.

Portanto, esteja atento ao esforço que você despende nos seus relacionamentos, no trabalho, na escola e veja se, quando em grupo, você é o único que se esforço e, caso reconheça tal situação, saia imediatamente dela e não aceite ser explorado de maneira tal baixa.

LEIA A SEGUIR: A verdade sobre a procrastinação e como lidar com ela

Sinal #3: Seu trabalho nunca é reconhecido

Mulher sendo explorada por não ter seu trabalho reconhecido.
Reação comum da pessoa explorada.

Ter seu trabalho reconhecido é um direito de qualquer pessoa que tenha se empenhado e se dedicado a fazer alguma coisa, de modo que o não reconhecimento do seu esforço é, também, sinal claro de exploração.

Esse talvez seja o sinal mais “comum” de estar sendo explorado, porque ele pode ocorrer em qualquer ambiente: não existe uma circunstância de maior recorrência.

Aliás, esse sinal acaba sendo um sinal por derivação, pois é uma consequência lógica do sinal anterior, de ser “aquele que mais se esforça”.

Ou seja, a situação mais comum é a seguinte: primeiro, por ser uma pessoa que gosta de se dedicar, você se esforça ao máximo em suas atividades, e isso abre a primeira brecha para que pessoas desleais o explorem. Em segundo lugar, essas mesmas pessoas que o exploraram, se aproveitam do seu esforço e levam vantagem junto com você, não reconhecendo seu trabalho individual.

Pode ocorrer até uma situação pior ainda: eles sequer dão os créditos a você pelo seu esforço e dedicação.

Isso acontece corriqueiramente em universidades, escolas e no trabalho: pessoas inescrupulosas ficando com os créditos pelo trabalho feito por outra pessoa ainda é algo assustadoramente comum.

Certamente você já viu aquela pessoa que fez um trabalho inteiro sozinho, enquanto os demais “relaxavam”, e, no fim, todos levaram o crédito pelo trabalho do explorado.

Em grupos, cabe ressaltar, parece que a tendência a explorar as pessoas é acentuada, sendo bem mais comum de ocorrer do que numa relação entre duas pessoas.

Portanto, ter seu esforço reconhecido é um direito seu, e você não deve permitir que ninguém jamais lhe tire isso.

Caso perceba que alguém vem levando vantagens em cima do seu esforço e que ninguém lhe atribui o crédito merecido, saiba que você provavelmente está sendo explorado e deve reagir imediatamente.

LEIA A SEGUIR: Como ser Low Profile nas Redes Sociais

Conclusão

Situações envolvendo a exploração estão se tornando, infelizmente, cada vez mais comuns. Isso acontece devido a uma série de fatores, mas, sobretudo, em razão da falta de autoconsciência das pessoas.

Explorar alguém é uma atitude desonesta, desleal e que não pode ser tolerada, seja em um relacionamento ou num ambiente de trabalho. Permitir que isso aconteça de maneira frequente dá o “aval” para que a exploração se torne algo comum e aceitável.

Por isso, saber identificar os sinais de uma possível exploração é essencial para que você assuma o controle da situação e não permita que esse comportamento se torne corriqueiro em relação a você.

E, com as dicas do nosso artigo, a partir de agora, você já tem o conhecimento necessário para nunca mais se deixar arrastar para uma situação de exploração, reagindo imediatamente a qualquer tentativa de ser explorado e sabendo a hora de se retirar dessa situações.

Se você gostou do nosso artigo, por favor, compartilhe em suas redes sociais clicando no botão abaixo e espalhe essa informação para que mais e mais pessoas aprendam a identificar possíveis situações de exploração e saibam se defender dessa forma de abuso tão cruel.

***Todas as informações e ideias contidas neste site, bem como seus artigos, são protegidas por direitos autorais e não podem ser plagiadas ou reproduzidas sem a expressa autorização do Autor.

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %
J.R. Dittman

2 thoughts on “3 sinais de que você está sendo explorado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.